A defesa de blinds é um dos locais em que mais se desperdiça fichas. O oponente dá raise, nós pagamos com qualquer coisa, bate o flop ele beta e nós foldamos. Isso ocorre quase sempre. Para resolver isso uma das saídas seria o raise após o bet do vilão. Para isso devemos colocar nosso oponente em um range de mãos para tentar detectar se ele está tentando roubar (várias vezes quando chega em gap os players tendem a dar raise do botão para roubar blinds) ou não.

Devemos ficar atentos sempre aos showdowns dos vilões, observar com que mãos eles abrem das posições e em que situações.

Situação 1. Se o HJ, CO, BT ou SB dá raise, nós do BB podemos optar pelo reraise aqui para tentar pegar um ladrão, ou mesmo entrar de open shove se temos certeza que ele está roubando (mas devemos analisar várias coisas, como momento do torneio, stacks, blinds, a equidade de nosso range para o que pensamos que o vilão tenha).

Situação 2. Caso uma das posições finais de raise em nosso BB, podemos optar pelo call e armar uma armadilha, qual seja, depois de vermos o flop e ter verificado que se trata de um flop seco, como Q27 ou K37, damos o check e preparamos o nosso raise depois do bet do vilão, ou até mesmo um shove dependendo dos stacks e momento do torneio.

O objetivo é acabar com a mão no flop mesmo, evitando roubos dos vilões. Se o vilão der check depois de seu check, devemos betar no turn e esperar o fold do vilão, se ele der raise ou shove, e nós não tivermos nada, sem problemas em folar.

O ponto aqui é não ficar no padrão e dar muitas dicas/informações aos vilões. Se sempre ficarmos com a jogada padrão de foldar pré-flop ou dar call pré-flop e foldar no bet no flop estaremos sendo dominados e explorados sempre. Devemos quebrar esse padrão e surpreender o vilão, deixando ele sem reação a não ser foldar para nosso movimento. Claro que não devemos fazer isso sempre, pois assim tornaríamos essa nova jogada a padrão de nosso jogo. Todos os movimentos dessa jogada e de todas as outras do Poker devem observar o contexto, os blinds, o momento do torneio, o estilo de jogo do vilão.

Por hoje chega, já compartilhei muita coisa.

Até logo.