Olá,

 

 

Sabemos que, no jogo de Poker, uma estratégia básica e eficiente é firmada na agressividade contra jogadores passivos, comumente chamados de calling stations. Ou seja, apostamos com as nossas melhores mãos porque queremos extrair o máximo valor delas, e lucramos com a tendência desses jogadores de errar por darem muitos calls, pagando um valor muito maior do que a real equidade de sua mão permite.

Vale a pena, portanto, cobrar caro dos erros que eles insistem em cometer. É muito comum, por exemplo, que um jogador calling station pague uma aposta forte no turn segurando apenas um flush draw, para simplesmente desistir no river na grande maioria das vezes, em que sua mão não melhorará. E nas poucas vezes em que ele acerta o seu flush, o valor recuperado não é suficiente para cobrir todo o "investimento" feito nas ocasiões que lhe serão desfavoráveis.

OK, mas o que essa introdução tem a ver com implied odds? Bom, a verdade é que muitas vezes nos vemos jogando com uma postura de calling station, pagando mais caro do que deveríamos pela equidade de nossa mão, e a justificativa que damos para isso é justamente a frase: "Paguei por causa das implied odds!". As implied odds, ou, em português, odds implícitas, são um valor incerto que poderemos extrair a mais do que aquilo que já estava no pote, supondo que o vilão não desistirá diante da aposta derradeira que faremos quando acertarmos a nossa mão. Ou seja, pagamos mais caro do que vale o nosso draw (a equidade é pior do que as pot odds), porque acreditamos que, quando acertarmos, conseguiremos obter um valor extra, suficiente para compensar o prejuízo inicial com o call realizado sem a equidade necessária.

Parece muito simples, não é? Infelizmente, a questão é muito mais complicada do que parece, e o apego às odds implícitas muitas vezes acaba funcionando como uma ilusão, uma espécie de desculpa esfarrapada que nos impede de fazer a jogada mais simples e correta, do ponto de vista matemático: o fold. Por isso, é bom ter em mente que jogar passivamente em função das implied odds em determinado spot não é algo que deve acontecer com frequência; muito pelo contrário, são raras as situações que nos possibilitam jogar lucrativamente desta forma. Para identificá-las, podemos utilizar como ponto de partida:

1) Posição: quando temos posição, nossas chances de extrair o valor necessário para compensar os calls deficitários aumentam significativamente, seja porque o vilão sairá apostando no river, seja porque ele tentará um bluffcatch.

2) Número de jogadores no pote: havendo mais jogadores na disputa, passa a ser mais provável que pelo menos um deles pague o valor extra que estamos buscando.

3) As tendências dos oponentes: procuramos aqueles vilões que não dão crédito para scary cards no river, ou, melhor ainda, aqueles que já saem atirando o 3rd barrel sem nem ver a carta que bateu... Contra nits, é bom dizer que nossas chances diminuem drasticamente.

4) Os stacks: obviamente, para o sucesso da nossa jogada, não adianta que o vilão esteja em all in ou com uma pequena quantidade de fichas, é necessário que ele possua dinheiro pra trás, e em valor suficiente para que possamos recuperar o nosso investimento "de risco" no river.

Dito isso, passaremos a analisar, matematicamente, uma mão de cash game NLHE 0.01/0.02, em que estão reunidas as premissas descritas acima:

Hero (BTN): $2.00
SB: $2.00
BB: $2.00
UTG: $2.00
MP: $2.00

Pre Flop: ($0.03) Hero is BTN with
2 folds, Hero raises to $0.06, SB calls $0.05, BB calls $0.04

Flop: ($0.19) (3 players)
SB bets $0.12, BB calls $0.12, Hero calls $0.12

Turn: ($0.55) (3 players)
SB bets $0.50, BB calls $0.50, Hero calls $0.50

Apesar de termos uma trinca, dada a ação nesse bordo monotone (bordo que contém todas as cartas do mesmo naipe), temos que assumir que pelo menos um vilão tem o flush e está na nossa frente. Para vencer a mão, portanto, precisaremos de uma dobra no river (são dez outs). Com a ajuda da calculadora da Intelipoker, percebemos que, num cenário otimista, em que todos os nossos outs estão vivos, temos uma equidade próxima a 24%. Por outro lado, numa situação desfavorável (se um dos vilões tiver uma trinca também, p. ex.), nossas chances caem para menos de 17%. Assumiremos, então, para fins de estudo, que temos aproximadamente 20% de equidade nesse spot. Como as pot odds são de 24,39% ($0.50 / $2.05), a jogada correta, desprezando-se as implied odds, seria o fold, já que o call simplesmente pelas pot odds apresentará EV negativo:

EV = (20% * $2.05) - $0.50 = $0.41 - $0.50 = -$0.09

Contudo, apesar dessa expectativa de valor negativo inicial de 4,5 big blinds, seria um erro absurdo desconsiderar as implied odds nessa situação. Isso porque o Hero será o último a falar no river, após o turn ter rodado em bet e call no valor próximo ao pote. É muitíssimo provável que extrairemos bastante valor no river, inclusive é possível que um dois dois vilões aposte no river, o que nos dará a chance de shovar e conseguir todo o stack do oponente. E, quando ninguém apostar, precisaremos apostar apenas um valor pequeno em relação ao pote para que nossa jogada seja breakeven. Vejam (chamaremos o valor da aposta necessária de A): 

[20% * ($2.05 + A)] - $0.50 = 0
[0,2 * ($2.05 + A)] - $0.50 = 0
[0,2 * $2.05 + 0.2A] - $0.50 = 0
$0,41 + 0.2A - $0.50 = 0
0,2A = $0.50 - $0.41
0,2A = $0.09
A = $0.09 / 0,2 = $0,45

Ou seja, precisaremos extrair apenas o valor de R$0,45 no river, o que significa menos de 1/4 do pote, para justificar matematicamente o call que fizemos no turn! 

É isso aí, até para sermos calling stations precisamos ter o aval da matématica...

Abraço!