C-Bet Moderna – Parte 2 – C-Bet Polarizada

PokerStarsSchool | há 2 meses em Poker Theory and Concepts

No último artigo, demos o primeiro passo na direção da C-Bet Moderna e aprendemos tudo sobre maximizar uma vantagem de range apostando frequentemente. Hoje vamos continuar focando em quando temos uma grande vantagem pré-flop, mas vamos focar em alguns flops que neutralizam as coisas, dando ao range de quem pagou pré-flop algumas mãos bem fortes. Nesses casos, nós queremos fazer a c-bet de forma mais seletiva, ou polarizada.

Apostar de forma polarizada significa apostar com dois tipos de mãos:

  • Mãos fortes: boas o suficiente para apostar por valor.
  • Blefes: fracos demais para dar check por valor de showdown, mas não completamente sem esperanças.

Portanto, nosso range de check será uma mistura dos dois tipos de mãos restantes: mãos de força mediana e mãos muito ruins.

Quando fazer a C-bet polarizada

Fazer a c-bet polarizada é a resposta normal para um flop que nega a sua vantagem de agressor pré-flop. Como vimos na ultima vez, existem muitos flops que preservam essa vantagem, nos permitindo apostar, forçando o vilão a desistir mais do que a matemática sugere se os ranges fossem iguais.

Alguns flops são ruins para nossas mãos únicas – as mãos que o vilão teria aumentado ao invés de pagar pré-flop (JJ-AA AK etc). Isso diminui a vantagem de equidade do nosso range, descendo até 50%. É raro um agressor pré-flop ter menos que 50% de equidade contra o big blind em um pote heads-up pois o range de all-in do big blind é bem fraco.

Flops muito conectados, particularmente aqueles contendo muitas cartas medianas e baixas, são os maiores culpados em arruinar nossa vantagem de range e nos forçar a fazer a c-bet polarizada. Se a alta frequência de c-bet era um luxo atraente, fazer a c-bet polarizada é uma severa necessidade.

Ranges iguais – Um experimento de raciocínio

E se você pudesse mudar as regras a seu favor e recusar a colocar o big blind quando todos ainda são obrigados a fazê-lo? Isso seria lucrativo? Claro! Isso faria você um grande vencedor em quase qualquer jogo!

Escolher colocar o big bling mesmo quando você não precisava é o equivalente a apostar com uma frequência alta quando os ranges são iguais. No final, quando as cartas são distribuídas, antes de qualquer aumento ou desistência acontecer, todos os jogadores tem o mesmo range de mãos. Quando o big blind é forçado a colocar o blind, ele está sendo obrigado a apostar o range pré-flop. Ele está apostando de maneira completamente não seletiva ao colocar o seu blind.

Apostar de maneira não seletiva quando os ranges são iguais é uma estratégia ruim.

Hora do flop

No flop, nós queremos evitar colocar dinheiro com todo nosso range quando o flop equalizou as vantagens. Vamos dizer que nós aumentamos do CO, fomos pagos pelo BB, e o flop é 10♠7♠6♦. Esse flop naipado e mediano conectou muito bem com algumas partes significantes do range do vilão. Nossos overpairs foram rebaixados a mãos de nível 2 devido a todas as mãos nuts e pedidas de alta equidade flutuando. Nossas cartas mais altas podem ter se tornado um completo lixo.

Nós temos apenas uma pequena vantagem agora. Nossa range tem por volta de 51~52% de equidade aqui. Portanto, apostar A♥K♥ e mãos parecidas seria tão criminoso quanto colocar o blind quando você não o precisa fazer.

Então vamos ser seletivos!

Selecionando mãos de valor

Uma mão de valor é uma mão que desenvolve bem após apostar e ser paga. Alguns exemplos de mãos que apostariam por valor no flop 10♠7♠6♦ são QQ, 66, 98 e AT. Nem todas as mãos que podem ser viáveis para apostar por valor tem que apostar por valor. Pode ser prudente misturar alguns dos nossos overpairs no nosso range de check, para nos proteger de disparar uma aposta no turn (conhecida tecnicamente como aposta de sondagem). Mãos fortes como trincas e sequencias, entretanto, devem sempre apostar em posição quando ainda se tem um pote para construir em relação ao stack efetivo. É criminoso deixar um pote estagnar nessas situações.

Selecionando blefes

Blefar não significa apostar mãos horríveis. Nosso range de blefe no flop de hoje deveria ter algum tipo de padrão! Nós não queremos apostar A♣2♣ – nunca, mas algo como J♦9♦ ou K♠4♠ seria uma aposta frequente. Novamente, algumas dessas boas pedidas devem ser colocadas no nosso range de check para balanceamento, assim como mãos de valor nível 2 como QQ.

Construindo o range de check

O resultado de construir um range de apostas polarizado no flop 10♠7♠6♦ é que o nosso range de check-behind se torna limitado – o que significa que nós não podemos ter acertado o nuts, e condensado – significando que nós não temos mais todas as mãos não feitas que tínhamos no flop. Lembre-se, nós blefamos uma boa parte de nossas mãos não feitas no flop. O range de check vai ter, primeiramente, bom valor de showdown como pares acima do bordo, o par mais alto e pares fracos com ou sem pedidas. Ele também pode ter algumas pedidas de flush com valor de showdown como A♠K♠ e 6♠5♠.

Além disso, nós queremos dar check em algumas mãos muito ruins com a intenção de desistir para uma agressão futura e talvez fazer uma c-bet atrasada por blefe no turn ou no river.

Resumo

  • Flops conectados e medianos equalizam os ranges, nos restringindo de apostar sempre ou quase sempre.
  • Quando apostamos de maneira seletiva, nós polarizamos nosso range de apostas.
  • Polarizar significa apostar mãos com bom valor e mãos com bom potencial não completadas, enquanto damos check em mãos com valor de showdown e mãos ruins.
  • Nós não queremos deixar nosso range de check completamente desprotegido, mas nós também não queremos jogar de forma lenta o nuts em posição ou deixar o pote estagnar.

Comente e participe da discussão sobre este e outros artigos no nosso Canal do Discord.

Carregando Comentários

Loading more content...