Série Grand Tour – Episódio 4 – Indo All-in no jogo ainda com 3-4 jogadores

PokerStarsSchool | há 1 mês em Sit & Go

Hoje começamos a ver como o fator bounty no Grand Tour afeta a estratégia. Como sabemos, o Grand Tour é um torneio com bounty progressivo. Isso significa que o dinheiro vem de eliminar outros jogadores e adicionar ao seu próprio bounty ao fazer isso. Vamos fazer muito dinheiro no Grand Tour  vencendo a corrida e pegando o nosso próprio bounty no final – desde que ele seja acima de US$ 100. Já que tem muito dinheiro extra para ganhar toda vez que você enfrenta um oponente que você cubra, você tem o incentivo de arriscar mais nestas situações.

Vá all-in mais amplamente quando você cobrir os oponentes e seja um pouco mais paciente quando for o stack menor.

Sendo o Stack Menor

Quando ainda há vários oponentes restantes, e somos cobertos por todos eles, precisamos ser pacientes – muito mais do que seríamos em um SNG regular ou MTT onde os bounties não são um fator.

O ponto aqui é que sobrevivendo um pouco mais e conseguindo alguns shoves marginalmente +chip EV (all-ins que são lucrativos em termos de fichas de torneio, mas não necessariamente em termos de dinheiro) você pode conseguir uma oportunidade no bounty de outro jogador quando seu oponente QUASE eliminar outro. Uma das situações mais lucrativas no Grand Tour ocorre quando um oponente está se segurando com poucas fichas. Seu pequeno stack e bounty se tornam uma presa fácil para qualquer um que acordar com uma mão minimamente decente.

Por isso vale a pena ser paciente com um stack pequeno quando ainda há três ou quatro jogadores envolvidos. Você deve entrar em uma dessas situações de caça ao stack pequeno. Em um episódio futuro vamos ver quanto os outros jogadores são incentivados a jogar quando alguém está quase caindo e comprometido com o pote.

No entanto, aplicar esta mesma filosofia no mano-a-mano é inútil. Nestas situações, você precisa dobrar para ter uma chance no stack do seu oponente, então o que você está esperando? Ficar esperando não leva a uma boa oportunidade, apenas piora!

Mesmo no jogo com três ou quatro jogadores, queremos evitar nos tornar muito tight estando com um stack pequeno – só um pouco mais tight que o normal já serve. Aqui estão alguns ranges para ter em mente.

Indo all-in como Short Stack no CO com 12BBs

Vamos supor que tomamos uma pancada e estamos apenas com 600 fichas das 1.200 do nosso stack inicial aproximado. Os blinds ainda estão no nível inicial de 25/50 e estamos no CO. Somos cobertos por todos os outros stacks da mesa, o que significa que todos têm chance de pegar nosso bounty, mas nós não conseguimos pegar os deles sem dobrar primeiro. Aqui está o range com o qual devemos ir all-in. Os jogadores regulares de MTT podem ficar chocados com o quão tight ele é, mas lembre-se, o incentivo dos bounties futuros nos tornam mais inclinados a esperar o nosso tempo.

É profundamente contra-intuitivo largar uma mão como KJo ou A7s, mas se estamos jogando push ou fold para preservar o máximo para nossos all-ins futuros, então essas mãos dever ser jogadas fora.

E se cobrirmos o Big Blind?

Hora de um pequeno experimento mental para nos ajudar a apreciar os verdadeiros efeitos dos bounties. Se o jogador no Big Blind teve um destino semelhante ao nosso e caiu para, vamos dizer, 11,5BB; quanto mais amplamente podemos empurrar agora que o seu bounty está lá para pegarmos?

Amplo assim:

Como você pode ver, faz uma grande diferença quando temos uma chance em pelo menos um bounty, especialmente porque o blig blind é mais incentivado a pagar já que não há outros jogadores para falar depois dele.

Indo all-in como Short Stack no BU com 12BBs

Novamente, como short stack há pouco para ganhar arriscando 12BBs só para roubar os blinds. Embora uma dobradinha seja legal, ela não leva a dinheiro imediato por meio dos bounties. Você pode acabar machucando um oponente apenas para alguém aparecer e acabar com ele. Além disso, você precisa estar vivo para conseguir um bounty; então, novamente, a teoria do jogo do Grand Tour envolve ficar vagando como um stack pequeno, aguardando a maré virar e alguém ficar mais curto que você.

  • Empurre light quando cobrir os oponentes
  • Evite empurrar light quando os oponentes cobrem você

Pense nisso pelo ponto de vista do SB e BB. Eles estarão ansiosos  para pagar os seus all-ins ainda mais light para ter uma chance de ganhar o seu bounty. Os altos preços dos multiplicadores de bounty são uma grande tentação, então alguns jogadores podem até pagar com qualquer coisa. Você precisa de uma mão muito mais forte quando está esperando menos desistências.

Aqui está o range de shove do BU com 12BBs quando você é coberto por ambos os blinds:

E se cobrirmos o BB?

E, novamente, isso aumenta enormemente quando o BB tem um big blind ou menos do que nós. Como ele é forçado a apertar seu range de call, podemos expandir nosso range de raise devido à fold equity extra. Se ele decidir se tornar teimoso e pagar muito, então tudo bem, temos uma chance no bounty dele.

Aqui está o nosso range de shove com 12BB quando cobrimos o BB, mas o SB cobre os dois:

A diferença é enorme aqui. À medida que o número de jogadores diminui, o efeito de cobrir um oponente aumenta, já que se torna mais provável que você mesmo pegue este oponente.

Sempre verifique os tamanhos dos stacks e entenda quem cobre quem antes de agir.

Resumo

  • Tenha cuidado quando você é coberto por todos os oponentes. Você tem pouco a ganhar empurrando e, se for eliminado, perderá uma chance do bounty de alguém e aquele prêmio do jackpot!
  • Empurre muito mais amplamente quando cobrir um oponente, especialmente quando este oponente for o big blind.
  • Se você cobre ou não um jogador, pode ter um impacto maior no seu range de all-in do que sua posição na mesa!
  • Verifique a mesa antes de agir, o dinheiro está no detalhe!

Comente e participe da discussão sobre este e outros artigos no nosso Canal do Discord.

Carregando Comentários

Loading more content...