Série Grand Tour – Episódio 6 – Estratégia de Shove Small Blind vs Big Blind

PokerStarsSchool | há 2 meses em Grand Tour

Hoje o nosso foco será em como jogar o Small Blind (SB) em uma mesa com três ou quatro jogadores quando a jogada chega em fold até você e quando você tem um stack pequeno o suficiente para ir all-in.

Se você tem seguido essa série, não será surpresa para que esta decisão, como muitas outras, depende muito de qual jogador cobre os outros. No Grand Tour, você quer abraça muitas situações de alta variância quando você tem a liderança de fichas, pois tem a chance de ganhar um bounty. Isso só importa quando existem três ou quatro jogadores porque você está correndo com os outros oponentes para pegar o bounty de um jogador curto em fichas.

Por este motivo, você deve ir all-in muito agressivamente blind vs. blind e ameaçar colocar todas as fichas dos seus oponentes em risco sempre que possível. Você tem muito mais a ganhar do que eles entrando em um confronto de all-in.

Vamos tentar um exemplo.

Quando Cobrimos o BB

Estamos em uma situação em que há três jogadores e nosso stack de 2.161 fichas cobre ambos os oponentes. Os blinds são 30/60. O BU largou e temos Jh9s no SB. Nosso oponente no BB corre risco de eliminação se perder um all-in. Ele tem apenas 992 fichas.

Essa profundidade de stack normalmente é um pouco caro para ir all-in nos torneios normais, mas quando você tem uma chance em um bounty, fazer isso mais amplamente é justificado. Poderíamos até fazer um limp aqui, mas analisando bem a situação, vemos que é viável jogar um range amplo de shove apesar de ser um pouco fora do padrão. Este é o range que podemos ir all-in nessa situação:

É muito difícil, emocionalmente falando, se sentir bem com esses shoves, mas eles são lucrativos. Se o seu oponente está pagando como um maníaco, você vai querer evitar ir all-in com muitas destas mãos. Por outro lado, se ele for passivo demais, pode ter um EV maior se você der limp com algumas mãos mais marginais e ver o flop. Você também vai querer dar limp por armadilha com boas mãos contra pessoas que empurrão ou aumentam muito contra um limp.

À medida que o stack efetivo fica menor, nossa estratégia no SB fica meio insana contra um oponente que cobrimos.

Quão amplo você acha que deve ir all-in com um stack de 8BB?

Se você disse quaisquer duas cartas, bem… você não está longe!

Veja a tabela:

Nessa situação com 8BB efetivos, você precisa olhar além da feiura de uma mão como T4o e perceber que o seu EV por empurrar vem da fold equity e ganho de bounty. Mesmo que você ache uma mão como A7o pela frente, o seu T4o ainda tem 36% de chances. Quando você coloca isso na equação que o seu EV é maior que o do seu oponente devido à fold equity e a oportunidade de um bounty, o shove faz mais sentido.

Você pode confiar nessas tabelas, mesmo que elas pareçam erradas para você. O Grand Tour não é um formato intuitivo de entender, então tenha um pouco de fé antes.

Quando o BB nos cobre

Vamos inverter os stacks e dar ao Big Blind nosso antigo stack. Então, agora temos 992 fichas com os blinds em 30/60 e ele tem um stack grande. Com que amplitude vamos all-in agora?

Você acertou – muito mais tight! Precisamos ser restritos sobre o que jogamos para ir all-in quando nosso oponente é incentivado a pagar para ganhar o nosso bounty. Também queremos permanecer vivos no caso de um oponente prejudicar o outro e ter uma chance de receber um bounty no futuro próximo. Nosso range de shove, como o stack menor, fica assim:

Que diferença que o bounty faz nessa situação.

Agora, dar limp poderia facilmente ser o melhor plano com muitas destas mãos. Só porque a mão não pode ser lucrativa em um shove, não significa que ela não pode jogar. Você certamente vai querer montar uma estratégia de limp nessa situação porque 98s e similares funcionam muito melhor como um limp do que como um fold. O mesmo pode ser dito de mãos na parte de baixo do range de shove como K9o e T9s. Quando fazemos um cálculo de push/fold estamos empurrando mãos que perdem 0,4bbs em média, já que isso é melhor do que desistir e perder 0,5bbs. Dar limp pode facilmente superar estas duas opções dependendo do tipo de Vilão.

Que tal o range de shove com 8BB quando somos cobertos pelo nosso oponente? Novamente, tem um efeito bem tight rolando:

Você deve ter percebido que este range de shove parece mais com um range de pagamento – ele é cheio de cartas altas. O que está acontecendo?

O motivo para preferirmos a força bruta à jogabilidade nesta situação é que com apenas 8BBs, o jogador no BB pode ter uma chance barata no nosso bounty e vai querer pagar muito. Em outras palavras, temos menos fold equity do que teríamos em um jogo sem bounty.

Quando a fold equity é diminuída, estruture seu range de shove para incluir mais cartas altas que podem estar na frente se forem pagas.

Resumo

  • Em situações com três ou quatro jogadores, há uma grande urgência em capturar o bounty do oponente com stack pequeno antes que alguém faça isso. No heads up, essa urgência desaparece e os ranges se tornam mais normais.
  • Podemos ir all-in com quase qualquer mão com 8BBs efetivos quando cobrimos nosso oponente no SB vs BB.
  • Quando você é coberto numa situação SB vs BB, precisa ser muito mais tight e deve considerar fazer muito mais limps ao invés de arriscar sua vida sem poder ganhar um bounty.
  • Quando somos cobertos em situações SB vs BB, somos muito pagos e queremos ajustar nosso range de shove para ser mais repleto de cartas altas. Queremos ser frequentemente favoritos quando pagos, pois a fold equity é menor.

Comente e participe da discussão sobre este e outros artigos no nosso Canal do Discord.

 

Carregando Comentários

Loading more content...